História - Merelim São Paio

O primeiro documento sobre Merelim data de 1082 e diz "In Ripe Kataro in Villa Merlin". No censual (do Couto) de Braga lê-se que em 1082 Pedro Galindes vende ao Bispo D. Pedro parte do que possui em Merlin. O vendedor recebeu os seus bens herdados de Galindes Gonçalves. Este herdara dos seus avós. Assim pode-se concluir que mesmo antes de 1082 a «Villa de Merlin» já existia.

 

O nome "Villa" era dado a grandes extensões agrárias pertenças de um só Senhor, o nome de Merlin deriva do nome desse Senhor. Diz a lenda que Merlin era um cavaleiro importante homem que se distinguiu pelo seu valor, tanto guerreiro como em cavalheirismo e que foi companheiro do Rei Artur de Bretanha. Assim o dito Senhor baptizou esta Terra com o seu próprio nome. Foi no século X que lentamente se começaram a formar as Freguesias no Norte de Portugal. Assim, é apenas em 1220 que aparece a designação de São Paio de Merelim. Lê-se nas inquirições de D. Afonso II o seguinte: "De Saneto Pelágio de Merlin de Couto de Tibães". Encontramos duas designações novas: São Paio e Couto de Tibães. Pois bem, São Paio é o padroeiro mártir natural de Tui, em Espanha, que foi martirizado com 13 anos de idade no ano de 925 por ordem do Califa de Córdova. A sua fama de mártir expandiu-se e a população de Merelim tornou-o seu padroeiro. Os Couto de Tibães eram as diversas povoações que os Monges do Mosteiro de Tibães dominavam. Conclui-se portanto que a Freguesia de S. Paio de Merelim existia no ano de 1220 e era formada por 22 casas.

 

Um documento de 1320 dá-nos conta do potencial económico da Freguesia nessa altura pois na avaliação da Igreja de S. Paio de Merelim rendia 40 Libras. Diz o Documento: «Eclisiar Sanoti Pelagii de Merlin ad Ouadragenta Libra». Igualmente como marco económico aparece-nos no censual de Braga do século XI que São Paio de Merelim devia pagar à Sé de Braga o tributo anual de um moio.

 

Marco importante na Freguesia que relembra o domínio Romano é uma estrada, hoje transformada em pedaços de caminho, denominado "Estrada Real N.º 27" e que ligava Braga a Santiago de Compostela, em Espanha. A primeira ermida em Merlin data do ano de 500 d. C. que após várias remodelações ao longo dos anos terminou na actual construída em 1712. A primeira escola data de 1878, era particular e foi mandada construir pelo benemérito José António Fernandes Braga. Em 1968 foi construída nova escola, tendo o anterior edifício sido aproveitado pelos Órgãos Autárquicos para lá instalar a sede da Junta de Freguesia.

 

A freguesia não evoluiu muito durante o período do Fascismo, aliás como aconteceu com todo o território Nacional. Algumas coisas foram feitas, tais como, pavimentações e electrificação, sendo que, a grande explosão de crescimento e obras surge a partir de 1980.

Horário

Atendimento do Administrativo

  • Segunda-Feira

  • Merelim S.Paio - 14 às 18 horas

  • Terça-Feira

  • Parada de Tibães - 14 às 16 horas

  • Panóias - 16 às 18 horas

  • Quarta-Feira

  • Merelim S.Paio - 14 às 18 horas

  • Quinta-Feira

  • Panóias - 14 às 16 horas

  • Parada de Tibães - 16 às 18 horas

  • Sexta-Feira

  • Merelim S.Paio - 14 às 18 horas

Atendimento do Executivo

  • Segunda-Feira

  • Parada de Tibães - 19 às 20:30 horas

  • Quarta-Feira

  • Panóias - 19 às 20:30 horas

  • Quinta-Feira

  • Merelim S.Paio - 20:30 às 22 horas

Videos